sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Meu mundo

   Eu tinha um mundo. Ainda tenho um mundo, um mundo a qual esta fechado para visitas. Nao quero que me perturbem ou me tirem a total calma. As vezes esse mundo e meu único refugio, nele eu consigo enxergar cada coisa linda. As vezes dou uma leve olhada pela fresta da  porta da alma, mas logo me recolho.
 Sei la, fico me perguntando: Onde esta a essência das pessoas?
 Achei que seria mais seguro ficar dentro dele, me proteger, criei um casulo. Claro, as vezes sou obrigada a colocar meu corpo para fora, e poxa, volto extremamente decepcionada. Algumas pessoas são extremamente cansativas, apenas as respondo com um leve movimento com a cabeça. Certos assuntos, ou opiniões, prefiro guardar para mim, se eu eu realmente for entrar em detalhes sobre o meu mundo, eles virão com seu mundo de realismo, de como precisamos agir como pessoas racionais.
 Sei que devemos agir com razão, mas podemos nos emocionar com coisas pequenas, ver a beleza em algo, que na visão de outra pessoa passe totalmente desapercebido. Quando eu era adolescente e morava no interior, eu vivia trancada nesse meu mundo, passei por alguns momentos chatos, mas na verdade, quem nunca passou? Estaremos sempre vulneráveis a problemas externos. Nesse meu mundo eu olhava pela janela, e conseguia me apaixonar pela simples flor, o balançar das arvores, a brisa, os animais. Sempre me instigava a continuar.
 Mesmo aos 20 anos de idade, meu mundo continua oscilante, ainda continua tudo tao lindo, as vezes me bate uma certa tristeza, fico meio perdida, as duvidas me assombram, porem sempre volto ao meu mundo, e ele me enche de energia. Meu mundo enfeitado de sonhos, realizações, coragem, amor, Deus. E quando os problemas apertam, nada melhor que respirar dentro do meu mundo, nada melhor que recarregar os pensamentos de coisas boas, e enxergar que tudo não passa de uma experiencia, de uma prova.
 E irei envelhecer com esse meu mundo, me encantando, me fazendo acreditar que posso ser feliz.  Pois a felicidade esta nas coisas mais simples.

Sonzinhos da noite:







sábado, 11 de outubro de 2014

No silencio da madrugada

  No silencio da madrugada, uma xícara de chá ao lado. Sim, chá. Tive que parar com a quantidade excessiva do cafe. Apenas o barulho do notebook, um caderno, não esquecendo da minha agendinha vermelha.
 Hoje me sentei na parte de cima da casa, sozinha no escuro, e fiquei observando a cidade. Senti aquela brisa, senti os cuidados de Deus. Ali sozinha, pensando sobre a vida. Sobre o real sentido de uma vida já feita, porem agradecendo a Deus por tudo, por me fazer enxergar logo cedo o real sentido. Um certo medo da manipulação. Medo dos sonhos ficarem parados, medo de guarda-los em uma caixinha, deixa-los empoeirar, e só abrir quando a coragem bater. E o medo de perceber que e tarde demais.
 E tao estranho como as pessoas são vazias, elas se esforçam para conseguir o que querem, e logo apos ficam tristes, são alegrias tao passageiras, alegrias tao vazias, e no fundo isso me amedronta. Me amedronta a falta de interesse pela vida, consigo próprio. As pessoas te garantem estabilidade em uma vida bem regrada, como se seguissem um linha, uma linha infinita. Tudo tao certo, onde olhar os outros tentando algo diferente nos leva a pensar que e loucura. Loucura. Nao consigo entender. Nao seria loucura viver uma vida estagnada? Uma vida para satisfazer os egos dos outros. Medo de errar.
 Vejo pessoas que seguem aquele mesmo caminho, e quando eu digo a elas meu pensamento, elas me cravam um olhar sugador ou palavras ásperas.  Mas um sonho ninguém arranca, ninguém tem força o suficiente. Observo as pessoas conseguindo uma bolsa na faculdade, um carro, casa,  mas sempre andam tristes, vivem insatisfeitos. Elas não conseguem ver a real beleza nas coisas mais simples, naquelas que o dinheiro não consegue comprar. Na leveza de um olhar, na brisa no rosto. Pode parecer besteira, uma conversa sem sentido, mas já vi de perto pessoas apenas existirem,  eu vi de perto no olhar a alma pedindo ajuda. E sinceramente, tem algo em mim que grita, que pede para não entrar nessa. Eu sei que serei muito infeliz, já tentei fazer isso, e não obtive um resultado de sucesso.
 Penso que a vida já e tao pequena, as vezes parecemos sombras. Apenas seguimos regras ditadas pela sociedade, por nossos pais. Seguimos por medo de fracassar, aparentemente esta tudo bem, no fundo. Ah no fundo apenas um vazio. No silencio da madrugada posso sentir minha essência, enfrentar meus medos, me encontrar, encontrar as palavras guardadas na mente e na agenda vermelha. As vezes e preciso se esvaziar, para se sentir completo.

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Hello Outubro. Hello Pessoal.

 Um finalzinho de tarde gostoso, me sentindo um pouco perdida, mas buscando uma paz interior e uma conectividade com Deus. Aproveitei esses últimos dias para aprimorar meu gosto musical, sou super afim de Indie/Folk/Alternativa, e curto outros estilos. Porem esses são os que mais me inspiram, as que consigo me imaginar em varias situações. Sabe, venho tentando melhorar comigo mesma e com Deus. As pessoas tem uma certa mania de colocar defeito em tudo, e isso de um certo modo vinha me atingindo. Tem pessoas que só sabem criticar, mas também não sabem melhorar. Quero focar em novos horizontes, em novos pensamentos. Agora deixando um pouco de conversa, como eu havia dito, estava escutando algumas playlist e resolvi separar algumas musicas que gostei bastante, vou  deixa-las aqui. Ah, quero desejar a todos um ótimo mês, com varias realizações, muitas bençãos e alegrias. Muita positividade, mesmo que os problemas apareçam desejo sabedoria para lidar com eles. Beijos.


1-The Honey Trees- To be with you


2-The Paper Kites- Bloom



3- Damien Jurado-Sheets


4-Iron and Wine-Upward over the mountain


5- Just like we do- Eisley


6- Beautiful Girls. William Fitzsmimmons



                                 

7-Keaton Henson-You



  Espero que gostem, agora vou indo. 
Elas sao bem calminhas, bom para relaxar depois de um dia cansativo. Gostaria de colocar mais, porem iria ficar enorme hahaha. Mas com o tempo vou colocando outras. Um super beijo.
 Tchuss...