terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Dias Vazios!



   
               Ha certos dias que acordo sem qualquer animo. Na verdade tem dias que já começam chateando. E ha outros que vão se tornando chato e vazios com o decorrer do tempo. Sabe? Na verdade creio que não são os dias que são chatos. Os dias estão ai para serem aproveitados da forma que desejamos. Muitas vezes as palavras alheias se tornam tomento. Um frase, um gesto, ou apenas uma unica palavra ou olhar e capaz de se tornar em uma catástrofe.
O meu já começou chateando e no decorrer foi se oscilando, ate agora onde me encontro deitada no chão do meu quarto, com o queixo enfiado na almofada, e aquele olhar de "coragem". As vezes eu mesma coloco coisas na minha cabeça, fico achando que nada que desejo se tornara realidade, que tudo parou no tempo, que eu mesma me encontro parada em um momento sem sentido. Venho tentando encontrar uma saída para tudo. Desejo exterminar tudo aquilo que me magoou, quero que fique em 2013 tudo aquilo que me deixou para baixo. E principalmente todos aqueles. Rasguei fotos e cartas, e apaguei fotos e emails do laptop. Se realmente quero deixar para trás, quero deixar completamente. Apenas quero levar os aprendizados.
Estou extremamente down hoje. Eu sou do tipo que fala para amiga: Nao fica assim, tudo dará certo, tudo passara, apenas tenha fé. Mas eu mesma não tenho as palavras corretas para os meus confusos sentimentos. Meus sonhos parecem tao distantes. As vezes fico com uma fraqueza física e mental. Nao queria ser rude com as pessoas. Mas ha momentos que se torna impossível. Nao sou assim. Pelo contrario, tenho uma alegria instalada dentro de mim, uma fome pela vida, um desejo de realizar cada sonho. Quero conhecer tantos países. Quero viver uma vida californiana, quero ir a Alemanha, Suíça, rever minha Dublin, conhecer New York, viajar pelo Brasil.
Mas tudo parece tao impossível. Apenas tenho vontade de me enfiar no quarto e esquecer de tudo, colocar os fones de ouvido, escrever, cantar e não ser interrompida por ninguém. Esse desanimo tem me deixado longe de todos, cada vez que sinto alguém perto tenho vontade pedir para me deixar em paz. So queria sentar e não escutar alguém me chamando. Gosto de aproveitar esses dias para refletir. Acho que são nesses momentos que minha inspiração aparece. E aqui fico eu. Nessa solidão e ansiedade por um tal futuro, talvez seja isso que me desanime as vezes. Esse medo de que nada aconteça. Ah sei la, sei la. Apenas sei que tenho meus dias chatos. Dias vazios que me completa. Dias vazios que me exalam algo incerto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário