quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Clap.Clap. Hipocrisia.

As 3 da manha. Olhos atentos. Fones +.  Pensamentos a mil. E as lembranças a tona.
Um dia me disseram: Revoltada!
Fiquei analisando cada letra com detalhe, analisei a palavra, pensei: Se esse e o nome que se da a alguém que anda cansada de ser a idiota. Pois bem. Que assim seja.
Sempre fui estranha. Ja havia me acostumado com algumas duras palavras do tipo que já não fazem minha mente. Nesses 19 anos pude sentir como se fosse um tapa ardido na cara que certas pessoas irão te deixar. E acredite são aquelas que mais apertam sua mão e ainda te dão aquele tapinha idiota no ombro e diz: Pode contar comigo.
E aquela velha mania de abrir aquele sorriso, soar um oi entre minhas cordas vocais e...aquele olhar de superioridade vindo das coleguinhas de classe. Para os garotos um alvo legal para aquelas piadinhas sem noção. Bom. Deu para perceber que não senti e continuo não sentindo falta do tempo escolar.
E os amores? Bom. Para inicio de resposta, não acredito nessa de amor, mas sim paixão. Se eu tivesse encontrado um "Amor", ele ainda estaria aqui. Ja tive minhas meia duzias de paixões, se apaixone a primeira vez e assim logo vira uma fileira. Algumas ate foram correspondidas, outras...outras me jogaram no chão e me fizeram ver como as pessoas realmente são. Ainda não entendo o que leva uma pessoa a te falar: Gosto de você. E logo apos te vira as costas. Um dia sem mais nem menos, apenas não fala, e logo te trata como um ser inexistente. Ja previa minha chegada em casa, olhar para o nada, coração em disparada, costas escorregando levemente pelas paredes ate meu corpo chegar levemente ao chão, naquele cantinho entre a porta e a cama, mãos tapando a face, pernas encolhidas, e sentimentos conturbados. Pode pegar o seu melhor vinho boy, coloque-o em belas taças e se afogue com suas próprias mentiras.
E as amizades? Devo ter algo que puxa pessoas cara de pau e mentirosas para perto. Elas conseguem sugar minha energia e quando dão conta que já não tenho alguma serventia a elas. Apenas cospem o que restou. O meu dom de atrair os "animigos". Aqueles que só se aproximam, que confiamos, pensamos: Meu Brother. Eles te dão aquele lindo sorriso, um beijo na bochecha, agora vire-se e espere apenas a queda. Sim. Sim meu caro. Você já foi. Com o tempo fui deixando esses encantos com os seres humanos de lado. Aquela mania de apoiar tudo em alguém. Muita hipocrisia e falsidade enrolados em lençóis alvos que disfarçam a sujeira escondida.
Clap.Clap. Meus tais colegas, paixões e amigos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário