quarta-feira, 24 de julho de 2013

Apenas Quero...

     
          Hora de olhar para frente e buscar coisas novas, momento de esquecer os sofrimentos e deixar tudo aquilo que me fez sofrer para trás, momento de buscar novas aventuras, de caminhar em novas estradas, tais estradas essas que não sei para onde me levarão, apenas sei que devo segui-la.
     Sabe quando você sente aquele cheirinho de renovo? Aquela sensação de tentar novamente, de deixar todos empecilhos para trás, de olhar para o céu e agradecer a Deus por mais um dia concedido. Quero me sentir nova novamente, quero acreditar em cada sonho. Quero dormir com um frio na barriga, imaginando qual sera meu próximo passo para alcançar meu tao almejado objetivo. Quero sentir cada parte do meu corpo e mente vivos novamente, quero sentir o cheiro da chuva e sentir os olhos cheios de lagrimas, mas não por tristeza, mas sim pelo mistério.
   Ei Vida venha ser renovada!
   Ei liberdade venha me da forcas para ir mais alem, venha me conceder assas para voar alem dos meus limites!
  Ei sonhos, voltem que quero torna-los realidade!
  Ei tristeza, esta vendo aquela portinha ali na frente? Eu abri exatamente para você , pois felizmente já não ha mais espaço para você dentro de mim!
 Hora de  buscar mais e mais algo que me complete, que recheie a minha vida, que me surpreenda a cada dia. Quero sentir a brisa fresca em meu corpo, os meu cabelos passando pela minha face, quero erguer os bracos e agradecer por cada segundo, eu quero tanto, eu quero mais. Nao quero riqueza, quero apenas viver minha vida da melhor forma possível, quero crescer interiormente. Apenas não quero viver como muitos, que apenas existem, que não sabem o poder das palavras: Vida, aventura, conhecimento, liberdade. Eu quero muito, muito mais que apenas "existir".

terça-feira, 23 de julho de 2013

Ponto Final.

   Acordo, me viro de um lado para o outro, te busco, busco o teu sorriso, olho no celular algum vestígio seu, mas apenas fico ali revendo nossas ultimas ligações e mensagens, e paro e percebo como foram diminuindo com o passar do tempo, já estávamos soltando o laco, ah o laco que nos uniu por tanto tempo se rompeu.
  Choro! Ah como choro!
Venho tentando construir novos hábitos para o meu dia a dia, ando saindo mais, construindo novas amizades e mantendo as velhas, mas e difícil, e como se estivesse algo me esmagando interiormente, tento disfarçar o máximo a falta que sinto de você. Estranho chegar em casa e não te encontrar, estranho não te ligar de manha para te acordar. Você fez parte da minha vida e isso sera difícil de esquecer, cada momento com você, cada briga, cada abraco e beijo, nossas brincadeiras e apelidos, tudo ficara guardado aqui dentro, a saudade e algo constante.
  Ainda encontro seus rastros, cartas em meio aos meus livros, aquele urso de pelúcia que você me deu nos dias dos namorados, o urso que fiz questão de colocar o nome com suas iniciais, aquela xícara, o vaso de flores que você me deu em nosso ultimo passeio. E uma dor .Eu sabia que você não sentia por mim esse amor que tanto dizia, te sentia distante, você já não fazia questão de sair, inventava desculpas, perdia a hora quando marcávamos algum encontro, você já não me ligava, e sabe, tentamos mais uma vez, mas senti que não tinha mais jeito, o nosso amor não havia mais concerto, se despedaçou em milhões de pedacinhos impossíveis de serem colados.
 Enfim, agora nesse novo caminho não existe mais o "Nos", agora e cada um em seu caminho, trilhando estradas diferentes, agora e meu momento de me reconstruir, meu momento de tentar, lutar e conseguir sair desse embaraço, uma coisa devo entender. O ponto final de nossa historia chegou!